COLECÇÕES # collections « PROJECTO A2

COLECÇÕES # collections

29 de Março de 2010

 

linhas de amor

“Linhas de amor”, são linhas de poesia, escrita e visual, baseada na iconografia ingénua dos “lenços dos namorados”e na poesia portuguesa, mas são também a tradução da complexidade  de  ligações e conexões que nos unem, afinal tudo está ligado  a tudo.

São peças elaboradas em grés e porcelana, cozidas a alta temperatura.

bordar a vida

“Bordar a Vida”, é um elogio ao universo feminino.

É urgente um outro mundo, mais humano e justo, mais alegre e criativo, mais responsável e  em sinergia com a natureza, é urgente  um paradigma feminino.

Os bordados de Guimarães, serviram de inspiração às peças que aqui se apresentam : são delicadas peças em porcelana, ora em relevo, ora pintadas à mão que exaltam simultaneamente a delicadeza e a complexidade do feminino, quer seja  a subtileza do traço, a frescura floral dos motivos, ou a composição mais emaranhada  das diversas texturas que os vários pontos permitem.

 

NATURE, our muse

Peças de autor que tiveram como referência algumas das expressões singulares que a Natureza nos oferece.

 

Presépios

Presepios em porcelana numa coleçcão mais clássica “white soul” e outra mais alternativa onde a mensagem é a importância da família, seja lá o que isso quer dizer :”home is where the heart is”

 

História da Vida

Coleção de pequenos azulejos em porcelana com ilustrações sobre a família.

 

Asas sobre o mundo

Levaram a palavra, a música e o pensamento, a acção e a emoção  mais alto.

São asas sobre o mundo. Eles vivem e são ícones da cultura e da singularidade da alma portuguesa.

 

Cego-amor

As mulheres do povo, do seculo XIX e meados  do XX, bordavam lenços de linho ou algodão , profusamente coloridos, com motivos florais, corações e mensagens de amor e esperança,com muitos erros ortográficos, que ofertavam ao pretendido. Caso este o usasse publicamente, o namoro estava assumido.

Em antítese ás cores garridas, típicas destes lenços, quisemos a monocromia como luto dos valores que se vão perdendo na era contemporânea, o compromisso, a fidelidade, a persistência da relação. Casamos então as formas da olaria tradicional portuguesa com um dos ícones da cultura popular portuguesa, os “lenços dos namorados” típico da região do Minho.

 

Le petit prince

O Principezinho é um menino que  acompanha muitos de nós desde a infância, lembrando-nos o valor da amizade, as saudades do outro, o prazer do outro.  Em jeito de homenagem a Antoine Saint Exupéry aqui ficam os nossos mundos em porcelana para colocar uma rosa, ou as nossas composições com as suas frases emblemáticas.

 

Santo Antonio

Santo Antonio, és o  franciscano mais popular da nação. Versões e quadras numa linguagem simples, eis a nossa combinação.

 

O Porto, ao quadrado

Pequenas porções do Porto castiço.

 

 

Elogio DOURO

Peças feitas em porcelana ou grés, pintadas á mão .

A cultura do vinho e da vinha foram o tema desta coleção, mas principalmente, é um elogio às gentes que trabalharam arduamente (gente esquecida, anónima) para que o Douro fosse o que é hoje, um poema geológico, como diz o poeta Miguel Torga.

sem comentários »
partilhe connosco a sua opinião